Sustentabilidade no Qatar

Com a chegada da Copa de 2022, o Qatar vai entrando em pauta cada vez mais. Já falamos um pouco sobre o país e sua história e agora vamos introduzir um dos nossos assuntos preferidos, e um dos mais importantes do momento: Sustentabilidade.

O crescimento desenfreado do país e suas duas principais fontes econômicas trouxeram problemas nessa área. Por ser um país com grandes reservas de petróleo e gás natural e ter explorado essas fontes nas últimas décadas, o Qatar foi responsável por grandes volumes em emissões de carbono, além de ser um dos maiores consumidores de água per capta.

A Virada

Quando o país percebeu que suas reservas não durariam para sempre e que a sua pegada vinha sendo prejudicial, resolveu assinar a Convenção sobre Diversidade Biológica, em 11 de junho de 1992. Tornaram-se parte da Convenção em 1996 e posteriormente produziu o Plano Nacional de Estratégia para a Biodiversidade e Ação.

O Qatar hoje tem diversos planos sendo aplicados para se tornar um país mais sustentável. O primeiro gira em torno da água, já que as fontes de água doce são bastante escassas. A água salgada é dessalinizada com processos de energias renováveis, e utilizada na agricultura, que é totalmente destinada para consumo interno.

O investimento em energias renováveis não é feito somente para viabilizar a água, mas faz parte de um plano que visa tornar o país um dos líderes mundiais em tecnologia verde. Como o mundo todo está caminhando cada vez mais para uma economia verde, ser um líder nessa área pode ser uma grande vantagem no futuro.

Quanto às emissões, o país estima uma enorme queda de até 90% comparado com os números dos anos 90, fazendo o país saltar muitas posições no ranking mundial, restando apenas suas emissões provenientes da extração e produção de petróleo e gás.

Doha

O Qatar se orgulha muito de sua capital Doha, principalmente da área central, onde se encontram muitos projetos futuros e concluídos e são exemplo de sustentabilidade. O centro de Doha foi revitalizado em um projeto de 5,5 bilhões de dólares que ocorreu entre 2010 e 2016. A arquitetura foi baseada nas construções históricas que existiam desde 1940.

Muitos outros projetos foram concluídos ou estão sendo finalizados, dentre eles, grandes prédios e espaços de moradias, metrôs, estacionamentos e praças, tudo com o objetivo de tornar o país mais verde e com espaços comunitários.

Aqui na Milk & Mellow a gente adora falar sobre sustentabilidade, e não ficamos só nas palavras. Temos diversas ações e projetos para melhorar o ambiente na qual estamos inseridos, voltados para água, energia, e pessoas. Venha conhecer nossas casas e nosso perfil e nos ajude a fazer o nosso meio ambiente melhor.

 

Faça seu pedido agora:

Pelo telefone: (11) 4118-7878

Pelo iFood: Acesse aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.